Blog sobre OJS e Periódicos Eletrônicos

Perseverance, da Nasa, abre um novo capítulo na busca por vida em Marte

whatsapp

Mais um dia memorável para a história da expansão espacial terrestre. Nesta quinta-feira, 18, pousou em Marte a sonda Perseverance, da Nasa, após sete meses de viagem pelo espaço, desde que deixou o nosso planeta.

A chegada da sonda ao Planeta Vermelho foi um verdadeiro evento. Tudo foi transmitido ao vivo pela Nasa através do YouTube com milhões de internautas acompanhando e repercutindo os acontecimentos pelas redes sociais. A aterrissagem foi o momento mais crítico e realizado de forma automatizada. Durante os sete minutos em que a sonda deixou a nave de transporte e chegou ao solo marciano, a Perseverance esteve sozinha, sem qualquer possibilidade de auxílio remoto vindo da Terra.

A sonda Perseverance explorará a cratera de Jezero, local em que há 3,9 bilhões de anos existiu um lago que pode abrigar evidências de vida antiga. Ela procurará por microfósseis e fará extração de rochas marcianas para análises futuras na Terra. Será a primeira vez que um objeto de estudo desse tipo será coletado pela humanidade em outro planeta para análise.

Todas as amostras coletadas pela Perseverance será analisada por cientistas da Nasa e da ESA (Agência Espacial Europeia) que procurarão por sinais definitivos de vida ancestral marciana. A missão "Mars Sample Return", sob responsabilidade das duas agências, ficará responsável por devolver as amostras extraterrestes ao planeta vermelho.

Hoje, a partir das 17h do horário local, a Nasa realizará novo evento ao vivo pelo YouTube para explicar os detalhes de como a sonda foi preparada para não levar quaisquer bactérias para Marte, sobre os estudos de astrobiologia e toda a operação de pouso construída para que a Perseverance chegasse em segurança em solo marciano. Você pode participar com perguntas através das redes sociais utilizando a hashtag #CountdownToMars.

Cratera de Jezero e arredores (ESA)Cratera de Jezero e arredores (ESA)

Perseverance não estará sozinha em Marte. Antes dela, o robô Curiosity chegou em 2012 e continua em operação em outra localidade. Foi ele quem confirmou a existência de condições de vida em Marte. Antes de se tornar um deserto gelado, Marte era quente o suficiente para abrigar oceanos de água líquida Caberá agora à Perseverance responder à pergunta: há sinais concretos de vida microbiana passada em Marte?

Sete minutos de terror

A nave que transportava a Perseverance entrou na atmosfera marciana a uma velocidade de 19.500 km/h e sete minutos era o tempo para desacelerar a velocidade até zero. A traseira dessa nave possui um escuto térmico em forma de cone que, ao entrar na atmosfera de Marte, pode chegar a 1.300 °C.

Cerca de 11 km da superfície, a espaçonave abriu um paraquedas de 21,5 metros e, pouco depois, liberou o escudo térmico, expondo o robô que tem aproximadamente o tamanho de um carro e o peso de 1 tonelada. O tempo para a chegada de qualquer sinal de comunicação entre a sonda e a Terra é de 11 minutos, o que significa que a Perseverance esteve completamente sozinha durante a aterrissagem.

Infográfico mostra as etapas da aterrissagem da Perseverance em solo marciano. Fonte: BBC/Nasa.Infográfico mostra as etapas da aterrissagem da Perseverance em solo marciano. Fonte: BBC/Nasa.

Conheça o robô Perseverance

A cratera de Jezero

As missões "Mars Express" e "ExoMars Trace Gas Orbiter", da Agência Espacial Europeia, forneceram imagens da cratera de Jezero e da região circundante em apoio à missão "Mars 2020 Perseverance". A agência divulgou em seu instagram fotos da região em que a sonda da Nasa fará sua exploração.

Jezero Crater delta (ESA). Esta imagem mostra os restos de um antigo delta na cratera de Jezero, que a Perseverance explorará em busca de sinais de vida microbiana fossilizada.Jezero Crater delta (ESA). Esta imagem mostra os restos de um antigo delta na cratera de Jezero, que a Perseverance explorará em busca de sinais de vida microbiana fossilizada.

Topografia da cratera JezeroTopografia da cratera Jezero. Este mapa de elevação da cratera de Jezero e seus arredores mostra a topografia da região mais ampla, desde as terras altas (vermelho e marrom) até o piso inferior da bacia de impacto do Isidis (verde). A diferença de altura nesta área de 1,5 milhão de quilômetros quadrados é de mais de 6.800 metros, com o fundo da cratera de Jezero a uma elevação de aproximadamente menos 2.600 metros abaixo do 'Areóide de Marte', um plano nocional de atração gravitacional igual, análogo ao nível do mar na terra.

Topografia da cratera JezeroTopografia da cratera Jezero. Este mapa de elevação da cratera de Jezero e seus arredores mostra a topografia da região mais ampla, desde as terras altas (vermelho e marrom) até o piso inferior da bacia de impacto do Isidis (verde). A diferença de altura nesta área de 1,5 milhão de quilômetros quadrados é de mais de 6.800 metros, com o fundo da cratera de Jezero a uma elevação de aproximadamente menos 2.600 metros abaixo do 'Areóide de Marte', um plano nocional de atração gravitacional igual, análogo ao nível do mar na terra.

Área de pouso da Perseverance (ESA)Área de pouso da Perseverance (ESA). A elipse de pouso completa tem 7,7 x 6,6 km e está centrada em um antigo delta de rio próximo à orla de Jezero que poderia conter pistas sobre se Marte foi ou não capaz de abrigar vida em algum ponto durante seu antigo passado.

Arredores da região de pouso da Perseverance (ESA) Foto em 3DArredores da região de pouso da Perseverance (ESA) Foto em 3D. Embora a elipse de pouso real esteja fora desta imagem, ela foi tirada como parte de uma campanha de imagens para estudar a futura vizinhança do rover, em preparação para sua chegada.

Referências e mais informações:

Atualizado em Sexta, 19 Fevereiro 2021 14:30
Eugênio Telles

Eugênio Telles

Eugênio Telles é publicitário pós-graduado em Marketing Digital pela ESPM-RJ, diretor executivo da GeniusDesign, empreendedor e podcaster.

Somos uma agência especializada em OJS e periódicos científicos

O Peletron é um blog mantido pela GeniusDesign, agência de marketing digital e científico especializada em OJS e periódicos científicos com 14 anos de mercado e 7 dedicados à publicação científica.

Fiocruz
Revista Abralin
Sesi Sp Editora
Piticas
Nova A3
Spx Capital
Cadlin
Oculos E Cia
Memoria Da Eletricidade
Farmanguinhos
Peletron - Periódico Eletrônico

Peletron - Periódico Eletrônico

+55 . 11 . 98419-3413

CNPJ: 27.339.106/0001-70